Como toda criança, a Alice, de apenas nove anos de idade, adora brincar e inventar histórias. Há alguns anos, junto com seu avô, o cartunista Luiz Oswaldo Rodrigues, mais conhecido como LOR, ela criou as gêmeas Lalá, Lelé, Lili, Loló e Lulu. E agora as cinco irmãs são as personagens do livro “As gêmeas que ficaram diferentes”. De tanto tentarem se diferenciar umas das outras para não serem confundidadas, as meninas acabaram ficando mesmo bem diferentes, apesar da aparência idêntica. Além da história, Alice criou, também com o apoio do avô LOR, as ilustrações que deram vida e cor às cinco gêmeas.

A obra infantil que é fruto dessa parceria tão especial entre avô e neta precisa do seu apoio para se tornar realidade! O livro será publicado quando a meta do financiamento coletivo for atingida. Você pode colaborar com o projeto doando o valor que puder e além de garantir um exemplar do livro, ganhar várias recompensas. Participe!

“As gêmeas que ficaram diferentes” tem o selo “Pedagogicamente Responsável” da Associação Educore, que garante a qualidade e valoriza obras infantis que ensinam às crianças a vontade de fazer o bem e a coragem para fazer o que é certo, além de outros conceitos muito importantes para a formação humana.